11/08/2017 Undime

Todas as notícias Categorias

Dirigentes municipais de educação tiram dúvidas sobre vários assuntos nas salas temáticas

 

A tarde de quinta-feira (10) foi dedicada a temas que estão entre os mais questionados pelos dirigentes municipais que participam do 16º Fórum Nacional da Undime. Em cinco salas temáticas, os representantes dos municípios puderam ouvir esclarecimentos e tirar dúvidas sobre os mais diversos tópicos, desde as gestões pedagógica, de pessoas, do Transporte e da Alimentação Escolar, passando por questões orçamentárias e administrativas.

Um assunto bastante discutido pelos dirigentes municipais é a implantação da Base Nacional Comum Curricular. Especialmente no que diz respeito a como inserir alguns temas como Direitos Humanos, diversidade, competências sócio-emocionais e outros, dentro dela. A orientação é: tudo deve fazer parte de um processo. É isso que sugere Rebeca Otero, coordenadora de Educação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco no Brasil). “Nada pode ocorrer de forma abrupta. O município deve fazer um processo contínuo para que possa ser efetivo”, recomenda.

Outro ponto bastante relevante diz respeito à prestação de contas. Em troca de experiência com Olímpio Soares, coordenador de contas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), os secretários e gestores tiveram reforçada a importância de uma correta e transparente prestação de contas. “As pessoas conhecem o sistema para isso. Hoje temos 25% dos municípios omissos e isso faz com que eles deixem de receber recursos”, alerta o coordenador.

Todas as notícias Todas as categorias