Você está aqui: Página Inicial > Notícia > Educação à distância estimula professores de Dois Riachos a encontrar novos caminhos para aprendizagem

Todas as notícias Categorias

18/04/2020 Undime AL

Educação à distância estimula professores de Dois Riachos a encontrar novos caminhos para aprendizagem

Educação Conectada
 
Mais de 100 países fecharam suas escolas para tentar conter a propagação do coronavírus. De acordo com a Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura), cerca de 800 milhões de crianças e adolescentes estão sendo afetadas pelo isolamento. Isso significa a metade dos estudantes do mundo.
 
Diante da pandemia e do fechamento temporário das escolas, o ensino a distância (EAD) vem sendo aderido por várias instituições de ensino para minimizar o impacto negativo sobre a educação.
 
No município de Dois Riachos o engajamento dos professores, diretoria, país e alunos da Escola Municipal São Sebastião está alcançando resultados positivos durante a quarentena. De acordo com a Educação Municipal, cerca de 75% dos alunos da Escola São Sebastião já estão participando de interações no ambiente virtual. Em entrevista à Undime Alagoas, a professora Emanuella Amorim, diretora da Escola, explica que em meio à pandemia o ambiente virtual se tornou um aliado dos professores e dos alunos devido a facilidade que os alunos têm em acessar sites, aplicativos e ferramentas de pesquisa. A professora explica ainda que para definir um plano de ação eficaz para a aprendizagem dos alunos foi necessário a criação de uma comissão permanente organizada de forma conjunta pela equipe pedagógica da Escola. Acompanhe a seguir a entrevista:
 
Assessoria de Comunicação/Undime-AL:
"Quando a Escola decidiu migrar para o ambiente virtual e qual o plano dos professores quanto ao conteúdo pedagógico compartilhado"?
 
Professora Emanuella:
"Desde que fomos informados da suspensão das aulas, enquanto Escola, ficamos inquietos, angustiados. Entendemos que precisávamos fazer algo urgente pra que nossos alunos não saíssem do ritmo da aprendizagem. Após a criação da comissão pedagógica começamos a fazer o mapeamento dos alunos que têm telefones com acesso à internet e dos que não têm. Telefonamos para todos os pais/responsáveis dos mais de 400 alunos que atendemos. O segundo passo foi fazer um levantamento relacionado às ferramentas digitais e aplicativos mais utilizados pelos alunos. Depois montamos grupos do Whatsapp (que é o aplicativo mais utilizado pelos alunos). Integramos ao Whatsapp o uso de outros resursos e aplicativos disponíveis e gratuitos (Google classroom, Google forms e até mesmo o Instagram e canais específicos do YouTube, à exemplo, do Canal educativo do Sistema Ari de Sá - SAS, entre outros)".
 
Assessoria de Comunicação/Undime-AL:
"Como a direção da Escola e os professores administram os horários de aprendizagem para que os alunos não percam o foco"?
 
Professora Emanuella:
Os grupos têm horário de abrir e fechar. As turmas estudam nos horários em que estudavam presencialmente. Abrimos e fechamos os grupos no tempo habitual das nossas aulas pra que os alunos mantenham a sua rotina normal de estudos. Além disso os professores disponibilizam tempo extra em grupos específicos das suas disciplinas. Nos grupos, nós da direção e da coordenação podemos acompanhar os professores que estão presentes em cada turma, bem como os assuntos que estão trabalhando e a forma como interagem com os alunos".
 
Assessoria de Comunicação/Undime-AL:
"Com esta iniciativa quantos alunos em média estão conectados com as aulas à distância"?
 
Professora Emanuella:
"Atualmente contamos com 430 alunos na Escola, desse total já conseguimos engajar 75% no ambiente. Isso equivale a 301 alunos  
efetivos nos grupos. Hoje a maioria dos nossos alunos estão conectados no ambiente virtual e 25% não estão conectados".
 
Assessoria de Comunicação/Undime-AL:
"Existe algum planejamento para os alunos que não estão tendo acesso às aulas virtuais para que a Escola consiga alcançar 100? dos alunos"?
 
Professora Emanuella:
"Estaremos disponibilizando as mesmas tarefas que os alunos conectados estão realizando nos grupos. Todas as quartas-feiras a Escola será o ponto de distribuição e coleta das mesmas atividades realizadas pelos alunos remotos. Os pais/responsáveis ou os próprios alunos poderão comparecer. E, para compensar a falta de interação diária com os professores, estamos montando equipes com quatro professores (por área de conhecimento) para que estes estejam de plantão no dia da coleta e da entrega do novo material e possam tirar as dúvidas dos alunos desconectados. Vale destacar que tudo isso acontece sem aglomerações. Cada professor em uma sala diferente".
 
Assessoria de Comunicação/Undime-AL:
"Existe algum tipo de dificuldade que a equipe pedagógica está encontrando no ambiente virtual"?
 
Professora Emanuella:
"Sim. Os alunos não estão acostumados com as aulas à distância e o que nos preocupa é manter a disciplina e o ritmo de aprendizagem dentro dos horários combinados. O que nos deixa mais tranquilos é que com o avanço da tecnologia e a acessibilidade dos alunos eles têm muita facilidade e domínio com os recursos virtuais. E isso é um ponto que conta ao nosso favor".
 
Assessoria de Comunicação/Undime-AL:
"Quanto ao cenário social atual, a metodologia utilizada neste cenário e a relação dela com a BNCC, o que a equipe pedagógica da Escola defende"?
 
Professora Emanuella:
"Estabelecemos um consenso entre todos os agentes escolares de que o foco serão as competências e habilidades da BNCC e não os conteúdos propriamente ditos".
 
Assessoria de Comunicação/Undime-AL:
"Para a senhora como educadora, qual o maior aprendizado que professores e alunos podem levar para o futuro"?
 
Professora Emanuella:
"Com certeza, sairemos mais fortes dessa crise. Tudo o que estamos aprendendo agora, fará toda diferença depois. Quando voltarmos às aulas presenciais, teremos professores mais seguros para trabalhar com as tecnologias em sala de aula. E os alunos aprenderão a explorar espaços e situações de aprendizagem, utilizando os seus dispositivos interagindo com o outro no intuito de produzir conhecimentos".
 
Compartilhe sua experiência transformadora com a Undime Alagoas. Queremos saber como a Educação do seu município está contribuindo com o aprendizado dos alunos da rede municipal em tempos de isolamento contra o Coronavírus. A iniciativa da professora Emanuella e de outros professores podem ajudar milhares de alunos a manter o foco na aprendizagem.
 
 

Parceria institucional